Avião presidencial garantirá investimentos de US$ 96 milhões

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 15 de janeiro de 2005 as 20:29, por: cdb

O novo avião presidencial que custou US$ 56,7 milhões vai trazer para o Brasil investimentos de cerca de US$ 96 milhões, em seis anos. É o que prevê o acordo de compensação comercial e tecnológica assinado para a compra, pelo governo federal, do avião produzido pela empresa francesa Airbus.

– Há uma política normal pelo mundo dos governos, especialmente dos que fazem grandes compras, de exigir dos fornecedores uma compensação – explicou o comandante da Aeronáutica, Tenente Brigadeiro Luiz Carlos Bueno.

Como parte dessa compensação, o Brigadeiro citou a instalação de uma empresa de componentes e peças para aviação, em São José dos Campos (SP), com a participação da Airbus e da belga Sonaca.

De acordo com o chefe do Subdepartamento de Desenvolvimento e Programas da Aeronáutica, Brigadeiro Aprígio Azevedo, o retorno desse investimento também poderá ser feito com a transferência de conhecimento e tecnologia.

– O requisito (para a compra) era a empresa oferecer no mínimo 100% de compensação.

O acordo prevê investimento de 170% do valor pago.