Autor de ‘Cidade de Deus’ escreve romance

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 8 de outubro de 2003 as 00:12, por: cdb

O escritor ganhou uma bolsa do governo alemão e está morando em Berlim, uma cidade que ele considera ‘muito gostosa’.
 
– Na verdade, o romance que estou escrevendo é o meu primeiro livro, já que foi iniciado antes de ‘Cidade de Deus’ – disse Lins.

O tema principal da nova obra é o papel dos imigrantes na formação do Brasil, que o autor vê de modo bastante crítico.
 
– Grande parte dos imigrantes só pensava em si, não ajudou o país em nada e apenas deu prosseguimento à colonização – afirmou Lins em entrevista à BBC Brasil.

Na obra, Lins vai contar a história de duas famílias, uma portuguesa e uma de origem africana, que desembarcam no Rio do século 19. O livro vai ser ambientado no bairro carioca do Estácio, que para o escritor tem uma importância toda especial.

– O Estácio é o lugar onde começou a macumba, onde os negros se encontravam. Mais tarde foi o bairro de Noel Rosa e deu origem à primeira escola de samba – revelou.

Em seu novo livro o autor deverá continuar fiel ao seu estilo realista, conhecido de Cidade de Deus: ele quer mostrar, entre outras coisas, a situação nas cadeias no século 19.

Paulo Lins publicou recentemente uma versão mais enxuta de Cidade de Deus. Ele acha que com isso o texto não perdeu substância, muito pelo contrário.
 
– Ficou maravilhoso, até melhor do que o original – afirmou ele, que tinha feito a versão curta, mais fácil de ser traduzida, para o mercado exterior.

– Quando vi o resultado fiquei tão satisfeito que pedi à editora para publicar o texto no Brasil também – disse.

 Lins deve ficar só um mês e meio na Alemanha por causa dos diversos projetos que tem no Brasil.

Um deles é a captação de verba para a finalização do filme Quase dois irmãos, de Lúcia Murat, do qual ele fez o roteiro.
 
– A verba já foi liberada, mas a Prefeitura do Rio se nega a entregar o dinheiro – reclamou.

Apesar do grande sucesso do filme ‘Cidade de Deus’ na Alemanha, o país é um dos poucos mercados importantes onde o livro com o mesmo nome ainda não foi traduzido.

– A editora alemã já recusou três traduções, por causa da má qualidade. O livro não é fácil de ser traduzido – disse.

Mesmo assim, ‘Cidade de Deus’ é um sucesso internacional.
 
– O livro faz sucesso na Suécia apesar de o filme ainda nem ter sido lançado lá. Estive recentemente no lançamento na Dinamarca, e já estão saindo também versões em grego e japonês – contou Lins.

O escritor faz duas palestras durante a feira do livro de Frankfurt e depois volta a Berlim, onde continua as pesquisas para seu novo livro que, por enquanto, ainda não tem título.