Australiano acusado de homícido é absolvido postumamente

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de novembro de 2012 as 15:24, por: cdb

O Tribunal de Apelações de Nova Gales do Sul, na Austrália, absolveu pela primeira vez de maneira póstuma a um australiano falecido há 35 anos, imputado por um homicídio em 1936, confirmou nesta quarta-feira a mídia do país.
A sentença contra Frederick McDermott pelo assassinato do fazendeiro William Lavers foi substancialmente injusta, segundo as conclusões de uma comissão investigativa.

De acordo com a notícia, a pena contra McDermott nunca foi revogada, o qual motivou seus parentes a buscar uma retratação com o propósito de limpar o nome da família.

O culpado trabalhava tosquiando ovelhas e foi detido, acusado e sentenciado por 10 anos após a morte de Lavers na localidade de Grenfell, 372 quilômetros ao oeste de Sydney.

McDermott recebeu primeiramente a sentença da pena capital, depois modificaram o castigo a cadeia perpétua, e resultou libertado depois de apelar duas vezes ao Tribunal Supremo de Nova Gales do Sul e ao Alto Tribunal.

Os restos de Lavers, visto pela última vez na propriedade comum por sua esposa, foram achados em uma gruta em 2004.

Fonte: Prensa Latina

 

..