Aumenta contrabando de remédios na fronteiro entre Brasil e Paraguai

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007 as 17:31, por: cdb

Em janeiro deste ano, a Polícia Federal apreendeu mais medicamentos clandestinos na fronteira entre Brasil e Paraguai do que em todo o ano de 2006. Nenhum medicamento pode entrar no Brasil sem a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A venda desses produtos é crime, com pena semelhante à que é aplicada ao tráfico de drogas.

Comprimidos e frascos apreendidos revelam que a maioria dos medicamentos contrabandeados não passa por nenhum controle. Segundo a Polícia Federal “muitos são falsos, alguns têm o princípio ativo, mas não necessariamente na quantidade que deveriam”.