Audiência discutirá demissões na empresa Jari Celulose na Amazônia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de novembro de 2012 as 18:58, por: cdb

Representantes de ministérios, do Ministério Público do Trabalho, da empresa Jari Celulose e de empregados discutirão nesta terça-feira (27) o impacto social das demissões feitas pela empresa nas comunidades do Vale do rio Jari, na Amazônia. A audiência pública será realizada, em conjunto, pelas comissões de Trabalho, Administração e Serviço Público e Amazônia, Integração Nacional e Desenvolvimento Regional.

Um dos requerentes da audiência, o deputado Sebastião Bala Rocha (PDT-AP), afirmou que seu objetivo é verificar a situação de aproximadamente cinco mil trabalhadores da Jari Celulose que se encontram na iminência de ser dispensados em massa. O motivo, segundo a empresa informou ao deputado, é a implantação do projeto de celulose solúvel.

Bala Rocha disse ainda que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou em 2007 um financiamento de R$ 145,4 milhões para a Jari Celulose, que faz parte do Grupo
Orsa. Os recursos seriam destinados à modernização da unidade industrial da localidade de Monte Dourado, no município de Almerim (PA) e ao plantio de até 33,7 mil de hectares de florestas de eucalipto entre 2006 e 2008.

Recentemente, a International Paper e a Jari Celulose fizeram um acordo para criar uma joint venture, com aporte de aproximadamente R$ 950 milhões, visando a desenvolver uma nova tecnologia para embalagens.

Foram convidados para a discussão:
– representantes dos ministérios do Trabalho e Emprego e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior;
-o procurador-geral do Trabalho do Ministério Público do Trabalho, Luís Antônio Camargo de Melo;
– o governador do Pará, Simão Jatene;
-o governador do Amapá, Camilo Capiberibe;
-o prefeito de Almeirim (PA), José Botelho dos Santos;
-a prefeita de Laranjal do Jari (AP), Euricelia Cardoso;
-o prefeito eleito de Laranjal do Jari, Manoel José Alves Pereira;
– o presidente do BNDES, Luciano Coutinho;
-o presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine;
– a presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), Rosangela Silva Rassy;
-o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Papel e Celulose do Pará e Amapá (Sintracel), Silvino Oliveira Gonçalves Filho;
– o presidente do Grupo Orsa, Sergio Amoroso;
– o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Monte Dourado e
Almeirim (Acemda), Jurandir de Azevedo Baena;
-o presidente do Sindicato Intermunicipal do Comercio Varejista de Laranjal do Jari e Vitoria do Jari do Amapá (Sindcomjari), Valdimar de Souza Barros;
-o presidente da Associação Comercial e Industrial de Laranjal do Jari (Acilaja), Francisco Ramalho e Souza;
-o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Almeirim (Sintra), Elinaldo Martins da Silva; e
-a presidente da CUT do Amapá, Odete Gomes.

A reunião será no Plenário 12, às 14h30.

Da Redação/ MM
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias’