Atrito entre turcos e curdos pode ameaçar segurança alemã

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de março de 2003 as 09:50, por: cdb

O vice-líder da bancada social-democrática no Parlamento alemão, Gernot Erler, teme problemas de segurança interna na Alemanha, caso a Turquia intervenha militarmente na região curda do norte do Iraque. Tal situação implicaria em conflitos abertos entre turcos e curdos em todo o mundo – também na Alemanha. Erler manifestou seus temores numa entrevista ao jornal Financial Times Deutschland.

A comissão de segurança do governo alemão reúne-se em Berlim nesta segunda-feira para tratar da questão do envolvimento turco na guerra do Iraque. O tema central será a medida anunciada pelo governo de coalizão, de retirar os tripulantes alemães dos aviões AWACS, a partir do momento em que a Turquia tornar-se partido beligerante.

Os aviões AWACS foram enviados pela OTAN com a missão de controlar o espaço aéreo, contribuindo para a prevenção de um eventual ataque iraquiano. A Alemanha só concordou em participar de uma missão de caráter exclusivamente defensivo. Tal condição deixaria de existir, a partir do momento em que a Turquia se envolver no conflito.