Ator de Harry Potter aparece nu em cartaz e cria polêmica na Inglaterra

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de janeiro de 2007 as 18:57, por: cdb

O ator que interpreta o bruxinho Harry Potter cresceu e para mostrar que não é mais uma criança e promover a peça Equus, que estréia no próximo mês, o jovem ator Daniel Radcliffe posou seminu diante de um cavalo branco. A novidade vem gerando controvérsias na Inglaterra. Pais de família manifestaram inquietação não apenas com os cartazes teatrais espalhados por Londres, mas também porque o ídolo de seus filhos, de 17 anos, tira o traje de aprendiz de bruxo para aparecer totalmente nu e másculo em Equus.

Radcliffe, que encerrou em dezembro as filmagens do quinto filme da série do jovem bruxo, “Harry Potter e a ordem da fênix”, que estreará em julho, encarnará em Equus um rapaz que trabalha em um estábulo e se apaixona pelos cavalos.

– Nós, como pais, sentimos que Daniel (Radcliffe) não deveria aparecer nu. Nosso filho de nove anos o vê como um exemplo -, afirmam os pais de um fã de Harry Potter, citados pelo tablóide britânico Daily Mail.

– Estamos decepcionados e evitaremos de agora em diante levar nossos filhos a assistir seus futuros filmes -, advertem os pais.

A porta-voz de Radcliffe, Vanessa Davies, explicou ao jornal que o jovem ator deseja explorar outros papéis, sem renegar o do jovem mago e que “Daniel não quer se afastar de Harry Potter, mas deseja demonstrar que é um ator capaz de fazer papéis muito distintos”. Ela garante que o jovem conta com um “apoio fantástico” dos fãs do jovem feiticeiro.

Em comentários em seu site (www.danradcliffe.co.uk), o jovem ator afirma que Equus é uma obra tão incrível que esta era uma oportunidade que não podia deixar passar”.

A peça, escrita pelo dramaturgo britânico Peter Shaffer e baseada em uma história real, provocou um grande escândalo ao estrear em Londres em 1973. A nova produção, na qual Radcliffe aparece totalmente nu com a atriz Joanna Cristie, estreará no dia 27 de fevereiro em um teatro do West End londrino.

O teatro Gielgud já vendeu entradas no valor de um milhão de libras (quase dois milhões de dólares).