Ato na Escola Luiza Ungaretti marca o início do ano letivo na rede municipal de ensino

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012 as 14:33, por: cdb

Publicada em 27/02/2012 – Atualizado em 27/02/2012 17h25m

Ato na Escola Luiza Ungaretti marca o início do ano letivo na rede municipal de ensino

Um ato na Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Luiza Ungaretti, no Bairro Chácara das Flores (região Norte), na manhã desta segunda-feira (27), marcou a abertura do ano letivo na rede municipal de ensino de Santa Maria. Autoridades, professores, alunos e comunidade escolar prestigiaram a solenidade, que contou com a presença do prefeito Cezar Schirmer e do secretário de Município da Educação (SMED), João Luiz Roth.

A escola foi escolhida para sediar a abertura do ano letivo por ser um símbolo de perseverança. No ano passado, a instituição foi alvo de roubo e atos de vandalismo e passou por uma reforma, que incluiu a construção de um muro e colocação de uma grade. Hoje, segundo a diretora do educandário, Lúcia Beust, os alunos contam com um ambiente revitalizado, com novos equipamentos adquiridos pela Prefeitura e distribuídos a todas as escolas municipais, além de segurança.

“Esperávamos desde 2007 por estas melhorias e hoje estamos muito felizes por podermos proporcionar um ambiente de ensino adequado e digno aos nossos alunos. O apoio pedagógico também tem sido muito bom. Por isso, aproveitamos esse ato para agradecer ao prefeito por tudo que tem sido feito em favor da educação e, em especial, a EMEI Luiza Ungaretti”, disse a diretora da escola que conta com 80 alunos.

Na ocasião, o prefeito Cezar Schirmer realizou a entrega simbólica do muro com grades que foram construídas ao redor da instituição. “Mostramos nossa coragem através de ações positivas. A comunidade não se abateu e a Prefeitura doou tintas para renovar o espaço. A primeira condição para um aluno vir para a escola é tê-la em condições, pois o estudante tem que gostar da instituição a qual faz parte”, disse Schirmer.

O chefe do Executivo lembrou que diversas escolas receberam melhorias e da importância destes investimentos. “A educação é um instrumento de ascensão social poderosa e para cumprirmos nosso dever de proporcionar qualidade no ensino, desde o inicio do governo, chamamos 400 professores concursados, reformamos salas de aula e pagamos valor acima do piso para mais de 1,5 mil professores”, finalizou.

O secretário Roth disse que a data era de acolhimento para os cerca de 20 mil alunos da rede municipal. “Assim como as outras escolas, a Luiza Ungaretti está revigorada. Na volta às aulas temos professores qualificados em todas as escolas”, disse o secretário. Roth ainda completou informando que em 2012 18 escolas estarão em processo de licitação para receber melhorias. “Nenhuma sala de aula sem professor e nenhum aluno sem escola”, concluiu Roth.

 

Em três anos investimentos na rede municipal quase triplicaram

Representando a presidência da Câmara de Vereadores, a vereadora Maria de Lourdes Castro, homenageou a SMED ao comentar sobre a competência da equipe que se empenha para que crianças tenham um futuro melhor. “Em três anos de governo vemos a real busca pela qualidade na área”, avaliou a vereadora. Em 2009, segundo dados da SMED, a Prefeitura investiu na rede municipal de ensino R$ R$ 66.652.389,40. Em 2011, os investimentos quase triplicaram, chegando a R$ 166.245.311,28.

No maior educandário da rede municipal de ensino, o CAIC Luizinho De Grandi, na Vila Lorenzi, os alunos foram recepcionados no saguão e foi um dia muito tranquilo, conta a diretora da instituição, Maria Helena Antonello. A diretora ainda fala que os cerca de 980 estudantes puderam ver uma escola com novidades na infraestrutura como a pintura das duas caixas d’agua, reforma da parte elétrica, arrumação dos canteiros, pintura interna e de algumas áreas externas e a reforma da pracinha de brinquedos.

Primeiro dia de aula foi de absoluta tranqüilidade, com professores e alunos em sala de aula

Levantamento realizado durante toda esta segunda-feira pela SMED apontou que apenas 11 dos 49 professores aprovados em concurso e que recentemente foram chamados ainda não se apresentaram. De acordo com o secretário Roth, esses professores devem se apresentar até quarta-feira (29). “São apenas onze professores num universo de mais de 1,5 mil profissionais da educação que ainda não estão integrados ao quadro”, afirmou o secretário.

Roth reforça que as aulas na Escola Aracy Barreto Sacchis, que passa por reforma em seu telhado, iniciam no dia 5 de março. Já com relação a educação infantil, as aulas devem iniciar na próxima quarta-feira (7). Esse atraso se dá pelo fato de alguns ajustes serem necessários no fechamento das turmas, pois existe um universo de pais que solicitaram transferência de seus filhos para outras escolas. “Também é preciso considerar que muitos interessados deixaram a matrícula dos alunos para a última hora, de acordo com a Central de Matrículas”, concluiu o titular SMED.

 

Texto: Maria Luiza Guerra e Fabricio Minussi

Foto: João Alves