Ato combaterá desigualdade no Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de janeiro de 2005 as 17:43, por: cdb

Em Porto Alegre, a Ação Brasileira de Combate à Desigualdade (ABCD) apresenta quinta-feira, às 19 horas, no Fórum Social Mundial (FSM) uma campanha de combate à desigualdade no País. O movimento pretende reunir organizações não-governamentais (ONGs) comprometidas com a causa e organizar um seminário no primeiro semestre do ano, que apontará as principais formas de desigualdade e proporá ações, disse Jorge Luiz Abrahão, integrante da Associação Brasileira de Empresas para Cidadania (Cives).

– É um movimento da sociedade civil, que quer participar mais do País – disse.

Os organizadores impuseram uma restrição: não serão admitidos no movimento integrantes com cargos públicos ou que pretendam disputar eleições. A medida não representa descrédito com a política, afirmou o integrante da Cives, mas quer evitar um possível uso oportunista da ação. O lançamento da campanha será feito no Espaço F, dentro do Território Social Mundial, área que concentrará as atividades do FSM.

Participam do lançamento o presidente do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, Oded Grajew, e o integrante da Comissão Brasileira de Justiça e Paz da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) Francisco Withaker, entre outros nomes.