Atlético Mineiro vence Caldense

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 20 de março de 2003 as 00:00, por: cdb

No confronto entre o futebol do interior mineiro, representado pela Caldense, e o da capital, defendido pelo Atlético-MG, prevaleceu o favoritismo do time de maior estrutura e tradição do Galo, que venceu por 1 x 0, nesta quarta-feira, em Poços de Caldas. Foi a primeira partida de uma inédita disputa entre equipes de Minas, válida pela Copa do Brasil, e a má pontaria atleticana impediu que a parada fosse decidida em apenas um jogo.

O Atlético criou inúmeras oportunidades, ao longo da partida, mas a trave, duas vezes, o goleiro Marcelo outras tantas e, principalmente, os chutes tortos, evitaram a ampliação do marcador. O Galo, que vinha de um decepcionante empate com a Nacional, em casa, no sábado, por 2 x 2, que abriu caminho para o título antecipado do Mineiro pelo rival Cruzeiro, fez uma boa partida, mas não evitou a necessidade do jogo de volta na próxima quarta-feira, no Mineirão, quando haverá a definição do clube que seguirá na competição.

O Atlético perdeu a oportunidade, no primeiro tempo, de decidir o jogo a seu favor, quando desperdiçou quatro oportunidades claras de gol. Na melhor delas, aos 26min, o meia Lúcio Flávio, destaque da etapa inicial, tocou por cobertura, com a bola batendo na trave. Na volta, Guilherme tentou uma puxeta, mas mandou para fora.

Os primeiros 20 minutos de jogo foram ruins. Os dois times estiveram embolados, lentos, sem criatividade na criação de jogadas. A partida começou truncada, com muitas faltas e excesso de passes errados. Aos poucos, no entanto, o Galo foi se organizando e passou a dominar o adversário, que limitava-se a marcar.

Ofensivamente, a Veterana estava restrita às jogadas individuais do meia Toinzé, autor dos três gols marcados pelo time nos dois jogos contra o Juventude, pela
primeira fase do torneio. O Atlético enfrentava dificuldade na saída de bola da defesa para o ataque. Somente o lateral-esquerdo Marquinhos e o meia Lúcio Flávio conseguiam fazer essa transição com qualidade.

Além de Lúcio Flávio, duas vezes, e Guilherme, Alexandre também desperdiço grande oportunidade de gol, demonstrando que a finalização foi o ponto fraco do time alvinegro. No primeiro tempo, foram seis conclusões a gol do Galo, quatro para fora, contra cinco da Caldense, apenas uma com perigo.

“Criamos boas oportunidades, em velocidade, e poderíamos ter aproveitado pelo menos uma. Foram três chances de ouro, mas a equipe fez um bom primeiro tempo”, analisou Lúcio Flávio. Para o goleiro Velloso, que teve pouco trabalho na etapa inicial, o time demonstrou precipitação para concluir. “Houve um pouco de ansiedade”, comentou.

O segundo tempo começou sem alterações nas duas equipes e também no panorama da partida. O Galo voltou do vestiário atacando e a Caldense fechada, defendendo-se. Logo a 1min, Guilherme obrigou o goleiro Marcelo a boa defesa e quatro minutos depois foi a vez de Alexandre acertar um belo chute, que bateu novamente na trave. O Atlético seguia experimentando chutes de fora da área e em oito minutos foram três vezes.

A Caldense esboçou uma reação, por volta dos 10min, mas a pressão dos donos da casa durou pouco e o Galo voltou a criar boa chance, aos 14min, quando Guilherme, livre, na grande área, bateu fraco e torto. Aos 17min, foi a vez de Lúcio Flávio cobrar com perigo uma falta, obrigando boa defesa do goleiro Marcelo, que assumiu a condição de titular nesse jogo, substituindo a Gilberto, que se desentendeu com o técnico Leandro Campos e deixou o clube.

Aconteceram outras chances, até que Lúcio Flávio cobrou uma falta, com perfeição, aos 27min, e marcou o gol atleticano. A partir desse lance, a Veterana mudou sua postura totalmente defensiva e partiu para o ataque, mas o fez de forma desordenada, sem criar grandes problemas para o goleiro Velloso. O Galo, por sua vez, se lançou aos contra-ataques, mas não conseguiu fazer a diferença de dois gols. No segundo jogo, o Galo tem a vantagem do empate. Se a Caldense devolver o placar, a decisão será por pênaltis