Atentados contra polícia ocorrem no interior de São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de novembro de 2003 as 10:07, por: cdb

Criminosos voltaram a atacar postos policiais em São Paulo entre o final da noite desta quarta-feira e esta madrugada. Além da capital, as ações se voltaram para o interior do Estado, onde um policial foi morto. É o quarto dia consecutivo de ataques. Desde o final de semana, a polícia já sofreu 30 ataques, que resultaram em três PMs mortos, 11 feridos. Doze suspeitos estão presos.

De acordo com a Rádio CBN, em Praia Grande, o policial militar Evandro Mendes de Oliveira, 34 anos, foi morto quando estava à paisana em uma padaria próxima ao local onde morava. Três homens entraram atirando contra o policial. Ele morreu na hora.

Os suspeitos fugiram em um Ford Ka prata (a placa não foi identificada) e ainda não foram encontrados. O caso está registrado no 1º Distrito Policial da Praia Grande. Evandro Mendes de Oliveira pertencia à 2ª Companhia do 45º BPMI da Praia Grande.

Na capital paulista, dois homens em uma moto dispararam contra o posto da Polícia Rodoviária Federal no km 18 da Rodovia Raposo Tavares. Os dois policiais estavam de plantão e um deles ficou ferido com estilhaços de vidro. E agora no início da manhã, uma bomba foi jogada contra uma base da Guarda Civil Metropolitana, na zona leste da cidade. Não houve explosão.

Também na capital, a casa de um casal policial foi atingida por 20 tiros. A mulher, que amamentava um bebê de 1 mês e sete dias, foi baleada de raspão.

Em Santos, no litoral, bandidos fizeram vários disparos contra a Delegacia da Infância e da Juventude. O atentado aconteceu por volta das 21h30. Testemunhas afirmaram que seis rapazes, que estavam de bicicleta, passaram atirando na porta da delegacia. O local já estava fechado. Ninguém ficou ferido, mas uma viatura foi atingida.

Em Itapetininga, interior de São Paulo, uma bomba foi lançada contra uma delegacia. Ninguém ficou ferido. Já em São Miguel Arcanjo, um coquetel molotov foi jogado contra uma base da PM.