Atentado contra sede do partido de Allawi fere dez pessoas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de janeiro de 2005 as 08:03, por: cdb

Um carro-bomba explodiu perto de um posto de guarda na sede do partido do primeiro-ministro iraquiano, Iyad Allawi, nesta segunda-feira, ferindo ao menos 10 pessoas. Os ataques acontecem a seis dias das eleições iraquianas, as primeiras desde o fim do governo do ex-ditador Saddam Hussein, em 2003.

O atentado aconteceu um dia depois que o terrorista jordaniano Abu Musab al Zarqawi, ligado à Al Qaeda, declarou guerra às eleições do Iraque.

Ontem, uma fita de áudio divulgada por um site islâmico, atribuída a Al Zarqawi, convocava os sunitas a “lutarem” contra as eleições. O terrorista também assumiu a responsabilidade por vários ataques e seqüestros no Iraque.

A explosão que sacudiu a capital hoje aconteceu próxima a um posto da polícia iraquiana, na rua onde fica o escritório do Movimento do Acordo Nacional, às 8h45 (3h45 de Brasília). Entre os feridos estão oito policiais e dois civis, informou o médico do hospital de Yarmuk, Mudhar Abdul Hussein.

Ainda em Bagdá, homens armados dentro de um carro atiraram contra um tenente da polícia iraquiana, matando-o. Ele voltava para casa depois do trabalho ontem à noite, segundo informações de um funcionário do Ministério do Interior, obtidas pela agência de notícias <i>Associated Press</i>.