Ataques de 11 de setembro causaram aumento de enfarte nos EUA, diz estudo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de novembro de 2003 as 23:40, por: cdb

Os casos de enfarte dispararam nos Estados Unidos depois dos ataques de 11 de setembro de 2001, o que endossa a idéia de que o estresse psicológico pode ser um fator desencadeador, informaram médicos nesta quarta-feira.

Vários estudos mostraram que os diversos tipos de estresse podem elevar o risco de enfartes, mas esta pesquisa mostra uma ligação direta entre um evento traumático e um enfarte numa grande população.

O Hospital Metodista de Nova York, no Brooklyn, tratou 35% mais enfartes do que normalmente nos 60 dias seguintes aos ataques, além de ter atendido 40% mais casos de arritmia grave, informaram o médico Jianwei Feng e colegas do estudo.

Eles avaliaram os casos de 425 pacientes tratados no hospital vítimas de um possível ataque ou algum problema grave no ritmo cardíaco nos dois meses posteriores aos ataques ao World Trade Center e contra o Pentágono, matando cerca de 3 mil pessoas.

Os pesquisadores compararam os casos com registros de 428 pacientes com suspeita de enfarte ou arritmia nos dois meses anteriores aos ataques.