Ataques da Farc deixam 16 policiais mortos em Córdoba

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 1 de novembro de 2006 as 17:39, por: cdb

Dezesseis policiais morreram nesta quarta-feira num ataque com bombas de fabricação caseira executado pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), a maior guerrilha esquerdista da Colômbia, contra um quartel. O ataque aconteceu no povoado de Tierradentro, em Córdoba, 380 quilômetro a noroeste de Bogotá, uma região que foi controlada por mais de uma década pelos paramilitares de ultradireita.

Os guerrilheiros dispararam mísseis de fabricação caseira, feitos com botijões de gás cheios de explosivos, contra o quartel da polícia. As explosões chegaram a afetar também construções civis. Aviões e helicópteros da Força Aérea foram enviados ao local para apoiar as tropas do exército e os policiais, que pretendiam retomar o controle do vilarejo.

A região atacada foi, durante anos, controlada por esquadrões paramilitares, impenetráveis para a guerrilha. Os guerrilheiros da Farc foram expulsos dali numa guerra sangrenta que deixou centenas de mortos.

O ataque desta quarta-feira ressaltou a intenção da guerrilha de recuperar o controle militar das zonas que eram dominadas pelos paramilitares. Os grupos de ultradireita entregaram as armas na negociação de paz com o governo do presidente Álvaro Uribe.