Atacante do Napoli é ameaçado com arma em assalto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016 as 14:03, por: cdb

 

Apesar de abalado pelo assalto, Insigne treinou com os companheiros no domingo e deve jogar nesta segunda

 

Por Redação, com Reuters – de Nápoles/Londres/Berlim:

 

O atacante do Napoli Lorenzo Insigne foi ameaçado com uma arma e assaltado enquanto dirigia por Nápoles no fim de semana, disse seu agente nesta segunda-feira.

O atacante do Napoli Lorenzo Insigne
O atacante do Napoli Lorenzo Insigne

Insigne estava acompanhado da esposa e de dois amigos na noite de sábado quando parou em um sinal de trânsito. Um homem armado na garupa de uma motocicleta emparelhou com seu carro e obrigou os quatro ocupantes a entregar seus objetos de valor.

Ao partir, o ladrão pediu a Insigne, que é de Nápoles, que lhe dedicasse um gol no confronto com a Fiorentina na noite desta segunda-feira pelo Campeonato Italiano, relatou a mídia local.

Ainda segundo a imprensa, o assaltante mascarado levou um relógio Rolex, jóias e 800 euros em dinheiro.

– Lorenzo passou por uma experiência terrível e me disse que foi um momento muito ruim – disse seu agente, Antonio Ottaiano.

Apesar de abalado pelo assalto, Insigne treinou com os companheiros no domingo e deve jogar nesta segunda. Ele marcou 11 gols na liga italiana até agora, e seu time ocupa a segunda colocação na tabela.

No início deste mês, o governo italiano anunciou que irá enviar soldados adicionais a Nápoles para ajudarem a combater um surto de violência na cidade, onde 12 pessoas foram dadas como mortas este ano em assassinatos ligados a uma disputa de território entre gangues.

Chelsea

O novo atacante brasileiro do Chelsea Alexandre Pato pode fazer sua estreia pela equipe nos próximos dois jogos, com Diego Costa sendo poupado, disse o técnico da equipe, Guus Hiddink.

Pato chegou por empréstimo em janeiro e fica até o final da temporada, proveninente do Corinthians.

– Ele (Pato) está ansioso e é claro que agora nós temos uma competição saudável entre os atacantes, em uma atmosfera muito boa, com o Diego sendo o número 1 – disse Hiddink a jornalistas antes da partida fora de casa contra o Norwich, o 17º do Campeonato Inglês, na terça-feira.

O capitão do Chelsea, John Terry, ainda se recupera de uma lesão na perna, começou a correr novamente e pode voltar ao time na partida de sábado em casa contra o Stoke City, mas o treinador ainda não sabe por quanto tempo não poderá contar com o meia-atacante espanhol Pedro.

O jogador também lesionou a perna na partida que o Chelsea venceu de virada, por 2 a 1, o Southampton, no sábado.

– Não estou confiante de que isso estará resolvido em alguns dias – disse Hiddink.

Borussia Dortmund

O Borussia Dortmund fez três gols nos últimos 10 minutos de jogo para virar o placar e vencer o Hoffenheim, que tinha apenas 10 em campo, por 3 a 1 no domingo, permanecendo assim como o solitário perseguidor do líder disparado Bayern de Munique.

Os gols de Henrikh Mkhitaryan, Adrian Ramos e Pierre-Emerick Aubameyang completaram a dramática virada dos donos da casa, que agora chegam a 54 pontos, oito a menos do que o atual campeão Bayern, que subiu para 62 após a vitória por 2 a 0 sobre o Wolfsburg no sábado.

O Dortmund só pavimentou o caminho da vitória depois que Sebastian Rudy, do Hoffenheim, foi de herói, ao marcar o gol da equipe aos 25 minutos, a vilão, ao ser expulso aos 12 minutos da segunda etapa.

Rudy abriu o placar aproveitando rebote que o goleiro Roman Buerki largou, dentro da pequena área.

O atacante Kevin Volland quase ampliou para os visitantes três minutos depois, mas desta vez Buerki salvou o perigo para os donos da casa.

O treinador do Dortmund Thomas Tuchel colocou o armador Ilkay Gundogan no intervalo de jogo, e ele quase marcou aos três minutos da segunda etapa, balançando a trave após driblar três adversários.

Rudy então derrubou o sempre ameaçador Aubameyang no círculo central e viu o árbitro mostrar-lhe o cartão vermelho direto.

Foi um sinal para o Dortmund intensificar sua pressão, mas a equipe teve de esperar até os 35 minutos do segundo tempo para se aproveitar da vantagem numérica, quando Gundogan deu passe para o armênio Mkhitaryan empatar a partida.

O colombiano Ramos, que saiu do banco de reservas aos 29 da segunda etapa, fez 2 a 1 a cinco minutos do apito final, emendando de cabeça um lindo cruzamento de Lukasz Piszczek, antes de Aubameyang anotar seu 22 gol da temporada com um arremate já nos acréscimos.

O Borussia Moenchengladbach subiu para o quarto lugar apesar do empate em 2 a 2 com o Augsburg, ao passo que o Bayer Leverkusen foi surpreendido pelo Mainz por 3 a 1, caindo para a sexta colocação com 35 pontos, um a menos que o rival deste domingo.

O Hertha Berlin é o terceiro com 39 pontos, após vencer o Colônia por 1 a 0.