Assaltantes se entregam e libertam reféns em Belém

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de maio de 2003 as 15:52, por: cdb

Terminou por volta das 15h30 o assalto com reféns em uma loja de celulares de Belém (PA). Segundo a Polícia Civil, as vítimas passam bem e os criminosos serão encaminhados para Delegacia Seccional de São Braz, onde serão indiciados.

A ação começou por volta das 8h, quando o grupo rendeu os vigias de um carro-forte em um banco da cidade. Levaram R$ 530 mil, mas foram cercados pela polícia. Acuados, quatro homens invadiram a loja, por volta das 9h. Outro criminoso, que tentou fugir a pé, foi morto pela Polícia Militar.

De acordo com a Polícia Civil, dos quatro homens que invadiram a loja, um se passou por refém e tentou fugir, mas foi preso. Os criminosos exigiram um advogado e cartões telefônicos. Também chegaram a pedir munição.

Durante o dia houve informações de que outros assaltos a bancos com reféns estariam acontecendo simultaneamente, o que não foi confirmado pela Polícia Civil.

Assaltos

No dia 1º, um assalto simultâneo a três agências bancárias no centro de Redenção (PA) gerou cenas de pânico e de terror em praça pública. Ao menos 30 homens armados com fuzis e metralhadoras fizeram pelo menos 50 reféns. Um policial morreu durante troca de tiros. Vinte pessoas ficaram feridas – a maioria apresentou escoriações provocadas por agressões.

Alguns dos assaltantes estavam encapuzados. A Polícia Militar identificou um deles como sendo integrante da mesma quadrilha que assaltou um banco em 27 de fevereiro na cidade de Tucuruí (PA).

A Polícia Civil afirma que a ação de desta sexta-feira, em Belém, não tem relação com os outros assaltos ocorridos no Estado.