Arnold Schwarzenegger toma posse na Califórnia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 17 de novembro de 2003 as 18:44, por: cdb

O ator de Hollywood Arnold Schwarzenegger tomou posse do cargo de governador da Califórnia nesta segunda-feira, em uma cerimônia discreta, já tendo em vista as dificuldades econômicas que o estado mais rico dos EUA tem a superar.

O protagonista de filmes como “O Exterminador do Futuro” e “Conan, o Bárbaro” chega ao poder após uma campanha turbulenta, seguida por seis semanas de transição – em que ele permaneceu afastado da mídia.

Tendo em vista a projeção de um déficit de mais de US$ 10 bilhões, a equipe de Schwarzenegger planejou uma cerimônia modesta que não será seguida por uma festa de gala. Os convidados presentes, porém, chegaram a 7.500, entre eles vários ex-governadores e celebridades da indústria do entretenimento.

O primeiro discurso foi da mulher de Schwarzenegger, a apresentadora de TV Maria Shriver, membro da família Kennedy. Em seguida, o governador eleito, um republicano de 56 anos, nascido na Áustria e sem um único dia de experiência em um cargo público, fez o juramento de posse.

Concluído o juramento, o ator fez questão de cumprimentar logo o ex-governador Gray Davis, um democrata destituído em um plebiscito para avaliação de seu governo, um tipo de referendo que jamais havia sido realizado na Califórnia. Desde sua eleição no dia 7 de outubro, o ex-Mister Universo tentou estender o ramo de oliveira a seus adversários democratas.

Schwarzenegger fez um discurso de 15 minutos, em que reiterou suas promessas de governar “para os californianos e não para interesses especiais” e de agir como um catalisador de todas as forças políticas do estado.

Sobre as dificuldades à frente, o governador fez uma referência à bem-sucedida carreira de fisiculturista, que precedeu sua estréia no cinema.

– Aprendi que naqueles anos que somos mais fortes do que acreditamos. O mesmo ocorre com a Califórnia – disse Schwarzenegger.

Depois, referiu-se diretamente ao ex-governador Davis, para dizer que “é a hora de deixar para trás os rancores”.

– Nos últimos anos, a Califórnia perdeu confiança. Mas esta eleição não foi para substituir uma pessoa, foi para mudar o clima político do estado – disse Schwarzenegger.

O ator  enfrentará de imediato a tarefa de consertar uma economia alquebrada por grandes gastos públicos e pouco crescimento. Na semana passada, um analista da assembléia legislativa do estado disse que o déficit orçamentário atingiria US$ 17,8 bilhões no próximo ano fiscal, se Schwarzenegger cumprir a promessa de rejeitar um impopular aumento dos impostos cobrados sobre carros.