Argentina quer empréstimo do BID sem aprovação do FMI

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de março de 2004 as 09:50, por: cdb

A Argentina afirmou que gostaria que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) fizesse empréstimos a longo prazo sem precisar da aprovação prévia do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O BID, maior concessor de empréstimos oficial para a América Latina, tem um programa especial de empréstimos para apoiar reformas econômicas que são baratos e possuem longos termos de reembolso, mas o país precisa estar em boas condições com o FMI antes de ter acesso ao dinheiro, algo que o ministro da Economia argentino, Roberto Lavagna, quer mudar.

– Nós observamos com preocupação a intenção de subordinar os empréstimos à realização de acordos formais com o FMI quando não há razão para tal, dada a natureza das reformas e do calendário de desembolso e reembolso para este tipo de empréstimo – disse Lavagna nesta segunda-feira à noite, em comentários preparados antes do discurso perante autoridades financeiras da América Latina no encontro anual do BID.