Arce não deve permanecer no Palmeiras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 26 de dezembro de 2002 as 23:48, por: cdb

O lateral-direito Arce está cada vez mais longe do Parque Antarctica e perto do futebol japonês. Nesta quinta-feira, o procurador do jogador, Gilmar Veloz, revelou já ter passado uma proposta do Gamba Osaka para a diretoria do Palmeiras.

“Tivemos uma consulta de um clube e o Palmeiras já foi informado. Eles vão analisar essa proposta e darão uma reposta no dia 2 de janeiro”, afirmou o empresário, que esteve reunido com o diretor de futebol do clube, Sebastião Lapolla.

Gilmar Veloz não quis revelar valores, mas o Gamba Osaka, que recentemente dispensou o meia Marcelinho Carioca e contratou o volante Galeano, ofereceu US$ 2 milhões para contar com o paraguaio.

Além da proposta considerada alta para um jogador de 31 anos, os japoneses estão oferecendo um salário bem superior ao recebido por Arce no Palmeiras. Atualmente, ele ganha cerca de R$ 180 mensais.

O procurador também afirmou que o jogador já está sabendo da proposta. “Eu falei com ele lá no Paraguai, onde está passando férias. Agora estamos aguardando o posicionamento da diretoria do Palmeiras”, disse Gilmar Veloz.

Caso a diretoria do Verdão não aceite essa proposta, o procurador pensa em utilizar uma cláusula do contrato do paraguaio, que prevê, em caso de uma oferta irrecusável, liberação para clubes de fora do Brasil.

“Isso existe”, confirmou o procurador. “Mas vamos aguardar até o dia 2 de janeiro antes de decidir qualquer coisa”, emendou.