Arafat se diz contra ataques a civis israelenses

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de março de 2004 as 10:48, por: cdb

 O presidente palestino, Yasser Arafat, disse nesta quarta-feira que se opõe a ataques contra civis israelenses, em meio a declarações de militantes palestinos de que vingarão a morte do líder do Hamas, Ahmed Yassin.

“Sou contra qualquer ataque contra civis, israelenses e palestinos. Queremos paz e buscamos paz na terra da paz, na Terra Santa”, disse Arafat a jornalistas em seu quartel-general na cidade de Ramallah, na Cisjordânia.

Arafat frequentemente critica os atentados palestinos dentro de Israel, mas evita condenar os ataques contra assentamentos judaicos na Cisjordânia e na Faixa de Gaza – regiões consideradas por muitos palestinos como parte do território ocupado por Israel.

As Brigadas dos Mártires de al-Aqsa, que fazem parte da Fatah, facção de Arafat, uniram-se a outros grupos militantes palestinos prometendo vingança pelo assassinato de Yassin em Gaza, na segunda-feira. Arafat declarou três dias de luto pela morte de Yassin.