Aprovados embaixadores argentinos para EUA e Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de junho de 2003 as 19:42, por: cdb

O senado argentino aprovou nesta quarta-feira a designação de José Octavio Bordón como novo embaixador nos Estados Unidos e de Juan Pablo Lohlé para a embaixada do Brasil, informou-se no próprio senado, em Buenos aires.

Bordón, um peronista próximo ao ex-presidente Eduardo Duhalde (2002-2003), foi secretário de Educação da província de Buenos Aires, senador e candidato presidencial em 1995 por uma frente de centro-esquerda, quando ficou em segundo lugar, atrás de Carlos Menem.

Na Comissão de Acordos do Senado, Bordón fundamentou a necessidade de “explicar (aos governantes americanos) que o Mercosul e a amizade com os países vizinhos não é um instrumento de conflito, mas sim um princípio estratégico da relação argentina com os Estados Unidos e a Europa.

Lohlé é advogado e professor, ex-embaixador na Organização dos Estados Americanos e na Espanha.

– Com a posse de Kirchner, existe a decisão de fortalecer e desenvolver do ponto de vista estratégico a relação com o Mercosul – assegurou Lohlé para os senadores.

O presidente Néstor Kirchner se reunirá em Washington com o colega americano George W. Bush dentro dos próximos 90 dias, e no próximo dia 11 vem ao Brasil para se reunir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, informou a diplomacia argentina.