Aposta de futebol motiva assassinato em Viçosa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012 as 16:49, por: cdb

Thiago Stephan
Repórter

Uma aposta sobre o resultado de uma partida de futebol terminou em morte na noite de domingo, 26 de fevereiro, em Viçosa. A Polícia Militar (PM) foi chamada por volta de 19h20, quando Luciano Aparecido Machado, de 25 anos, deu entrada no Hospital São João Batista com perfurações provenientes de facadas. Ele não resistiu aos golpes e morreu no hospital.

Uma testemunha relatou que estava em casa quando ouviu gritos vindos da rua. Ao verificar o que havia acontecido, deparou-se com a vítima caída ao chão, com intenso sangramento na região do peito. Diante da situação, levou Luciano em seu carro até o hospital.

Após o crime, outras testemunhas revelaram que o autor dos golpes e a vítima assistiam a uma partida de futebol, quando fizeram uma aposta sobre o resultado do jogo. Ao fim da partida, houve desentendimento. Enquanto Luciano permaneceu no bar, o outro homem saiu do local. Depois, retornou, dizendo-se arrependido e, quando pediria desculpas, desferiu vários golpes na vítima, fugindo em seguida. A PM ainda realiza rastreamento na região a fim de encontrar o criminoso.

Polícia Civil identifica suspeito de encomendar assassinato de camelô em Juiz de ForaAcusados de assassinato de capitães vão cumprir 27 e 24 anos de reclusãoDois homens são mortos a tiros em Juiz de Fora em menos de duas horasPM apreende arma de fogo

Também na noite de domingo, 26, em Viçosa, a PM apreendeu um rifle calibre 22, que estava em poder de um caseiro de 61 anos. A apreensão ocorreu próximo ao Córrego Nobre de Baixo, na Zona Rural.

A arma estava carregada com cinco munições. O homem disse que o rifle, sem registro, pertencia a seu patrão. O proprietário da arma confirmou a irregularidade e revelou que ela estava com funcionário para possível proteção pessoal.

O caseiro foi levado à Delegacia da Polícia Civil e a arma apreendida.