APÓS TEMPESTADES, 20 OPERÁRIOS DA ILVA FICAM FERIDOS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de novembro de 2012 as 10:13, por: cdb

TARANTO, 28 NOV (ANSA) – A siderúrgica italiana ILVA de Taranto, que foi invadida ontem por funcionários, sofreu nesta quarta-feira com as tempestades que atingem a Itália, cerca de 20 funcionários ficaram feridos.
   
Os fortes ventos provocaram desabamentos e 20 funcionários tiveram ferimentos leves, duas pessoas foram encaminhadas ao hospital para averiguação. Um operário está desaparecido.
   
Houve um princípio de incêndio, que foi negado pela empresa em nota. “Não ocorreu incêndio. As chamas visíveis são referentes às queimas de segurança”, explica a nota.
   
O ministro do Meio Ambiente, Corrado Clini, pede que permitam a ILVA “de colocar em prática as exigências da Autorização Integrada Ambiental (Aia) para superar o bloqueio que foi feito há dois dias”, autorizando a empresa a voltar aos trabalhos normais.
   
“As medidas indicadas pela Aia servem para assegurar a continuidade da produção e diminuir drasticamente os riscos para a saúde e para o meio ambiente”, completou Clini.
   
O arcebispo de Genova e presidente da Igreja Católica Italiana, Angelo Bagnasco, pediu que “intervenham rapidamente e de forma que seja realizada as exigências para a saúde de todos, mas ao mesmo tempo manter o trabalho de milhares de famílias”. (ANSA)