ANP informa que irregularidades na gasolina diminuíram

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 23 de outubro de 2003 as 22:57, por: cdb

O total de não-conformidade da gasolina consumida no país caiu de 5,9% para 5,7%, entre agosto e setembro deste ano. A informação é da Agência Nacional de Petróleo (ANP), para quem a queda significa que o Programa de Monitoramento de Qualidade da Agência vem apresentando bons resultados este ano.

Em 2002, a média foi de 7,3%, e em 2001 de 9,2%. Em relação ao álcool os números também apontam para uma queda no total de amostras não-conformes. Segundo a ANP, em setembro deste ano, o índice foi de 10,1%, contra 11,8% no mês de agosto. A média apurada em 2002 foi de 12,6%.

A ANP espera colher este ano aproximadamente 130 mil amostras, número equivalente ao registrado no ano passado.

Para isso, o Programa de Monitoramento de Qualidade teve o seu orçamento reforçado, passando de R$ 2,85 milhões, em 2002, para R$ 3,18 milhões este ano, “apesar das restrições orçamentárias que afetam a administração pública como um todo e a ANP em particular”.

O Programa de Monitoramento da Qualidade é realizado em 19 estados da federação e atinge aproximadamente 90% do mercado. Ele é uma das referências para o planejamento das ações de fiscalização da ANP.

Este ano (até outubro) já foram realizadas cerca de 17 mil ações de fiscalização, que resultaram em 881 interdições e 1.089 autuações por problemas de qualidade no combustível. O número de ações de fiscalização este ano deverá se aproximar dos 22 mil registrados em 2002.