Anistia diz que tortura é crime endêmico no Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 18 de outubro de 2001 as 16:25, por: cdb

O novo relatório da Anistia Internacional sobre a tortura no Brasil, divulgado nesta quinta-feira, mostra que o crime ainda é praticado, de maneira sistemática, no sistema penitenciário e integra a rotina do aparelho policial.

O relatório é baseado em dados recolhidos nos últimos três anos por representantes da Anistia, que visitaram pelo menos 40 centros de detenção em mais de 10 estados brasileiros. Segundo o relatório, a impunidade é o maior obstáculo para tirar o Brasil da lista de países que mais praticam a tortura no mundo.

O documento deverá ser entregue aos governos estaduais, federais, às diretorias da Anistia, em outros países e para ONGs brasileiras que lutam contra a tortura.