Aneel divulga lista de empresas que poderão participar de leilão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 20 de outubro de 2006 as 19:37, por: cdb

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou, nesta sexta-feira, a relação das 26 empresas que poderão participar do leilão de linhas de transmissão, marcado para 24 de novembro, nas dependências da bolsa de Valores do Rio de Janeiro. A disputa dos sete lotes, com 14 linhas de transmissão e três subestações, será conduzida pela Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Foram pré-qualificadas empresas do Brasil, Colômbia, Portugal, Espanha e Itália.

Das 30 empresas que entregaram a documentação exigida, três delas e um consórcio foram desqualificados pela Comissão Especial de Licitação da Aneel por descumprimento de itens do edital. São elas: Isolux Ingenieria (Espanha), Linear Participações e Incorporações, Empresa de Energia de Bogotá (Colômbia) e o consórcio Fuad Rassi – J.Malucelli, formado pelas empresas de mesmo nome.

A desqualificação da Isolux ocorreu porque a empresa não comprovou a habilitação adequada do representante da sociedade no processo de licitação. No caso da Linear e da Empresa de Energia de Bogotá, não foi apresentado o compromisso de constituição de uma Sociedade de Propósito Específico (SPE), conforme modelo exigido pela licitação.

Já o consórcio Fuad Rassi – J.Malucelli foi desqualificado porque a J.Malucelli não apresentou organograma devidamente assinado por seu representante legal. O prazo para a apresentação de recursos termina na próxima sexta-feira (27). A Fuad Rassi poderá disputar o leilão, porém fora desse consórcio.

As concessões que serão leiloadas visam a instalação, operação e manutenção de aproximadamente 2,25 mil quilômetros de novas linhas de transmissão da Rede Básica do Sistema Interligado Nacional (SIN). Os empreendimentos passarão por oito estados: Mato Grosso, Rondônia, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Bahia, Espírito Santo e Paraná. As linhas deverão entrar em operação comercial em prazos que variam entre 18 e 22 meses, a partir da assinatura do contrato de concessão.

Segue abaixo a relação das 26 empresas pré-qualificadas:

Abengoa (Espanha)

Bimetal Indústria e Comércio

Camargo Côrrea

Castelo Energética

Cemig Geração e Transmissão

Chesf

Cia. Técnica de Engenharia Elétrica

Cobra Instalaciones Y Serviços (Espanha)

Construção e Manutenção Eletromecânica (Portugal)

Control y Montajes Industriales (Espanha)

Copel Transmissão

CPFL Geração

Elecnor (Espanha)

Elétrica Industrial Portuguesa (Portugal)

Eletronorte

Eletrosul

Fuad Rassi Engenharia

Fundo Brasil Energia

Furnas

Interconexón Eléctrica (Colômbia)

LT Bandeirante Empreendimentos

Neoenergia

Orteng Equipamentos e Sistemas

Pinto & Bentes (Portugal)

Scahin Engenharia

Terna Participações (Itália)