Anatel nega que ajudou banco Opportunity

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 16 de outubro de 2001 as 18:38, por: cdb

A Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações – se defendeu das acusações de que estaria ajudando o banco Opportunity na briga judicial do banco contra os fundos de pensão pelo controle da Telpart – holding controladora das operadoras de telefonia celular Telemig Celular e da Telenorte Celular – e pela dissolução da Newtel, que controla a Telpart e onde o Opportunity tem o controle acionário.

De acordo com a assessoria de imprensa do órgão regulador, a Anatel apresentou – na 23ª Vara de Justiça do Rio de Janeiro – a defesa de sua decisão, na qual reconhece a Newtel como acionista controlador das duas operadoras. Isso, segundo a assessoria, mostra que a agência não se posicionou a favor de nenhuma empresa componente do consórcio da Telpart.

A origem desta acusação contra a agência foi a decisão tomada em agosto, quando a Anatel resolveu rejeitar o pedido dos fundos de pensão e da TIW, sócias do Opportunity nas duas operadoras, de dissolver a Newtel, empresa controlada pelo banco e que controla a Telpart. Na época, o conselho diretor da agência argumentou que não encontrou nenhum indício de irregularidade que pudesse levar à dissolução da Newtel.