Anatel afasta idéia de intervenção do Opportunity em demissão na Telemar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 10 de agosto de 2001 as 18:35, por: cdb

O afastamento de Manoel Horácio da Silva da presidência da Telemar é um caso encerrado para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que queria investigar o caráter da decisão de demitir o executivo.

Notícias de que o Opportunity – que está temporariamente afastado do grupo de controle da Telemar – teria participado da decisão do Conselho da empresa foram amplamente veiculadas pela imprensa na época da saída de Horácio no final de julho.

O Oportunity, que foi afastado do controle no ano passado por também ser sócio da Brasil Telecom , desmentiu os comentários.

O conselheiro da Anatel, Luiz Tito Cerasoli, disse em entrevista a jornalistas nesta sexta-feira que a Telemar enviou à agência, esta segunda-feira, a ata da reunião do Conselho de Administração da companhia, quando foi decidida a demissão.

Segundo ele, todos os que assinaram a ata não têm vínculos com outros grupos e que pelas evidências oficiais não houve envolvimento do Opprotunity na saída de Horácio da Telemar.