Ampliação da Linha Verde Sul começa nesta quarta

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 06:32, por: cdb

A Prefeitura de Curitiba começa nesta quarta-feira (28) mais uma etapa de obras na Linha Verde. O novo trecho no extremo Sul da cidade, entre o Terminal do Pinheirinho e a Rua Isaac Ferreira da Cruz, conta com R$ 15,4 milhões em recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Copa. A obra vai beneficiar a 380 mil pessoas.

“É mais uma etapa para consolidação desse importante eixo de transporte e de integração, que está transformando a antiga BR 476 numa via urbana e num corredor de transporte”, destaca Luciano Ducci.

Numa extensão de 1,7 quilômetro serão implantadas de 10 pistas de rolamento, sendo duas para canaletas exclusivas de transporte coletivo, seis para o sistema viário (três em cada sentido) e duas vias locais de passagem (uma em cada sentido), ciclovia, além de iluminação renovada, paisagismo e calçadas.

As obras começam em frente à churrascaria Gaúcha, na região do Pinheirinho, e será feita pela equipe da empresa Empo, vencedora da licitação. A obra deve levar um ano para ficar pronta. “Assim como todos os projetos do PAC da Copa, temos cumprido o cronograma previsto”, observa o presidente do Ippuc, Cléver de Almeida.

No trecho, que vai da altura do terminal do Pinheirinho até a Isaac Ferreira da Cruz haverá a estação Winston Churchill de integração do transporte coletivo.

Além de Curitiba – A Linha Verde Sul poderá chegar até Fazenda Rio Grande. O primeiro passo para que possibilitará essa integração metropolitana está acontecendo com a duplicação da BR 116, no trecho entre Curitiba e Mandirituba. A Duplicação é responsabilidade da concessionária OHL, que administra a via.

A intervenção no trecho da BR-116 para além dos limites de Curitiba prevê a reserva de área para a linha exclusiva de transporte (canaleta) num trecho de 11,8 quilômetros até Fazenda Rio Grande. A duplicação da rodovia seguirá até o município de Mandirituba.

“Essa duplicação da BR 116 é a partida para a extensão da Linha Verde para municípios vizinhos, demonstrando a forte parceria e o compromisso que temos junto com o governador Beto Richa de melhorar a integração com a Região Metropolitana. É uma obra que trará mais facilidade e conforto para a população e também mais segurança no trânsito da BR”, destaca Luciano Ducci.

Norte – Outro etapa da Linha Verde já está sendo implantado, entre o Jardim Botânico e avenida Victor Ferreira do Amaral, no Tarumã, com a construção de 1,3 quilômetro de via marginal paralela à rodovia, entre o viaduto da avenida Afonso Camargo e a passarela sobre a BR, perto da sede regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte Terrestre (Dnit).