Amorin discute seqüestro de brasileiro no Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 22 de janeiro de 2005 as 20:42, por: cdb

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, convocou seus assessores para discutir o desaparecimento do brasileiro João José Vasconcelos Jr., 55, que teria sido seqüestrado no Iraque por grupos rebeldes.

Amorim determinou que as embaixadas e representações brasileiras na região fossem mobilizadas. O objetivo é fazer com que esses órgãos analisem as informações relevantes para a resolução do caso.

O Itamaraty disse estar em “estreito contato” com a construtora Norberto Odebrecht, Vasconcelos trabalhava para a empresa no Iraque quando foi seqüestrado, na última quarta-feira.

Juntos, o órgão e a empresa discutem as melhores ações para a libertação do brasileiro. “Como é natural em situações desse tipo, eventuais iniciativas serão tomadas com a necessária discrição”, afirma um documento divulgado pelo Itamaraty.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva estaria sendo informado por Amorim sobre a evolução do caso.