Alunos protestam contra morte violenta de professora

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 4 de maio de 2006 as 10:46, por: cdb

O corpo da professora universitária Maria de Jesus Oliveira Pinto, de 51 anos, foi enterrado nesta quinta-feira, no Cemitério de Campo Grande, Zona Oeste do Rio. Ela foi morta com três tiros na manhã de quarta-feira, após reagir a uma tentativa de assalto, a alguns metros de casa, em Campo Grande. Alunos e professores da FEUC, universidade onde Maria de Jesus dava aulas de Geografia, realizaram protesto contra a violência, no cemitério do bairro.

Na versão da polícia, a professora Maria de Jesus dirigia seu carro, um VW Fox, na companhia de seu filho, quando foi abordada por dois assaltantes. Assustada, a professora acelerou o carro e os criminosos efetuaram os disparos e fugiram. O caso foi registrado na 35ª DP.

Outra vítima

Em Campos dos Goytacazes, no Norte do Estado, um homem foi baleado no final da noite desta quarta-feira, após reagir a uma tentativa de assalto. Ele foi identificado apenas como Isaías. A vítima dirigia seu carro quando foi abordada por bandidos armados na Avenida Alberto Lamego. Isaías teria tentado reagir e foi baleado na cabeça.

Os criminosos fugiram no carro da vítima, que foi encontrado 20 minutos depois no bairro Eldorado. Isaías foi levado para o Hospital Ferreira Machado, no Centro do município, onde permanece internado. O registro de ocorrência foi feito na 134ª DP (Campos).