Alunos dos EUA têm baixo rendimento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de novembro de 2012 as 15:00, por: cdb

O Departamento Federal de Educação (DFE) alertou sobre o baixo rendimento escolar nos Estados Unidos e deu como exemplo o caso de Nova Iorque, onde menos de um terço dos estudantes do ensino secundário está bem preparado.
Uma investigação do DFE, apoiada na análise de especialistas, descobriu que apenas 29 por cento dos alunos de nível médio na área urbana da Big Apple foram aprovados em exames que medem o nível de qualidade do ensino médio.

Essa estatística representa um progresso muito discreto no rendimento escolar com relação ao ano de 2011, quando o mesmo território registrou 28 por cento positivo nesse índice.

“Dito em outras palavras, temos um punhado de alunos que estão bem preparados, e dezenas de milhares de crianças em centenas de escolas que não o estão”, comentou o ex-decano da Universidade de Nova Iorque John Garvey.

Por causa do minguado orçamento educacional, o DFE colocou duas dúzias de escolas nova-iorquinas na lista das que possivelmente fecharam as portas e apontou outras 225 instituições públicas (de um total de 500) que estarão sob supervisão especial devido ao trabalho precário.

A cidade de Nova Iorque é a mais populosa dos Estados Unidos com cerca de 8,3 milhões de habitantes. É o núcleo da área metropolitana (18,8 milhões de pessoas) e parte central do Estado de Nova Iorque, com um total de 19,4 milhões de residentes.

A confiança dos pais estadunidenses nas escolas públicas deste país caiu cinco por cento desde 2008, revelou uma pesquisa de opinião da agência Gallup.

Apenas 29 por cento dos cidadãos entrevistados afirmou que tem uma avaliação positiva das instituições educacionais, uma queda na aprovação que há quatro anos foi medida em 34 por cento pela mesma agência.

Durante os últimos oito meses vários casos de maus tratos em escolas norte-americanas abalaram o prestígio desses centros pedagógicos, sobretudo os especializados em educação infantil.

Fonte: Prensa Latina

 

..