Almir Lando: ‘Combate à fome no mundo custaria menos do que a guerra’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 21 de março de 2003 as 15:03, por: cdb

O senador Amir Lando (PMDB-RO) conclamou o mundo a trocar a guerra de destruição pelo combate à fome. Em pronunciamento feito nesta sexta-feira, ele observou que os recursos necessários ao fim da fome no mundo – US$ 40 bilhões anuais, segundo as Nações Unidas – são bem inferiores aos US$ 500 bilhões previstos para a guerra com o Iraque e a posterior reconstrução do país.

“Como seria bom se os mísseis estivessem carregados de arroz e pão e, em vez de encouraçados de guerra, estivessem cruzando o mundo e tocando nos portos da África, Ásia e América Latina, navios graneleiros. Tomara que o mundo tenha despertado e que depois do requiém venha a aleluia da paz e da alegria” – disse Lando.

Segundo o senador, o dia 10 de março ficará na história mundial como um hino à morte, tal qual aconteceu com o 11 de setembro. O mundo terá, em breve, que escolher entre o caminho da sobrevivência ou o da destruição, alertou.

Ele louvou a iniciativa do governo de declarar combate total à fome, mas advertiu para os perigos que o programa enfrenta “na conspiração da burocracia e no imobilismo dos 500 anos de prevalência das elites”.

Em aparte, o senador Mão Santa (PMDB-PI) louvou a capacidade de Amir Lando de transformar um quadro aterrorizante em poesia.