Alex estréia com o pé direito

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 21 de setembro de 2002 as 23:07, por: cdb

Na estréia do meia Alex, o Cruzeiro venceu a Portuguesa, por 1 x 0, neste sábado, e conquistou a primeira vitória fora de casa neste Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a Raposa vai a 16 pontos e respirada aliviada na competição.

Depois de perder para o Figueirense, na quarta-feira passada, o Cruzeiro conseguiu reabilitar-se no Brasileiro e afastar a crise que já rondada a Toca da Raposa, com a campanha ruim da equipe.

A Portuguesa, que vem fazendo boa campanha, não manteve o mesmo rendimento e acabou derrotada em casa. Com 18 pontos, a Lusa permanece fora da zona de classificação – oito equipe passam às quartas-de-final.

No primeiro tempo, Raposa e Lusa fizeram um jogo equilibrado, com seis finalizações para cada e cometeram quase o mesmo número de faltas – 15 para os mineiros e 16 para os paulistas. As duas equipes tiveram duas chances de marcar.

O Cruzeiro começou melhor a partida, que era cadenciada por Alex, que quase marcou aos 11min, ao chutar de pé direito para fora uma bola na frente do goleiro Bosco. Um minuto antes, Fábio Júnior bateu com perigo por cima da trave.

A Portuguesa equilibrou o jogo e também poderia ter marcado na etapa inicial. Aos 25min, Gomes sai errado do gol, mas Ricardo Oliveira cabeceia para fora com o gol vazio. Sete minutos depois, o atacante voltou a perder, ao tocar mal na saída do goleiro.

No segundo tempo, as equipes voltaram no mesmo ritmo, com a mesma vontade, mas cometendo erros e sem criatividade em campo. O Cruzeiro teve duas chances de bola parada no início, que não foram aproveitadas por Alex.

A Portuguesa respondeu com Ricardo Oliveira, que recebeu livre no ataque, mas foi derrubado pelo goleiro Gomes fora da área. Mas o árbitro catarinense Giuliano Bozzano, que teve atuação ruim (ele deixou de expulsar Alex Xavier e Paulo Miranda), marcou apenas escanteio.

Precisando da vitória, o Cruzeiro passou a jogar com vontade e foi com tudo para cima do time da casa. Após pressionar a Lusa, Alessandro, que substituiu Marcelo Ramos, recebeu de Alex e tocou na saída de Bosco, que ainda tocou na bola, para marcar aos 30min.

A Portuguesa, que teve uma atuação ruim na tarde fria deste sábado, em São Paulo, não conseguiu reagir e saiu derrotada de campo, para a decepção dos poucos torcedores no Canindé.

PORTUGUESA 0 X 1 CRUZEIRO

Portuguesa
Bosco, Ageu (Cléber), Alex Xavier e César; Sandro Fonseca, Rocha,
Ricardo Lopes, Alexandre Gaúcho (Éder), Júlio; Ricardo Oliveira e Edson Araújo
Técnico: Edu Marangon

Cruzeiro
Gomes, Maicon, Luisão, Cris e Leandro; Paulo Miranda (Ruy), Quintana, Viveros e Alex (Wendell); Fábio Júnior e Marcelo Ramos (Alessandro)
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Data: 20/9/2002 (sábado)
Local: Estádio Canindé, em São Paulo
Público: não divulgado
Renda: não divulgada
Juiz: Giuliano Bozzano (SC)
Cartões amarelos: Paulo Miranda, Quintana (Cruzeiro); Alex Xavier, Ageu, Alexandre Gaúcho (Portuguesa)
Gol: Alessandro, aos 30min do segundo tempo