Alemanha não ampliará ajuda ao Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 24 de outubro de 2003 as 15:27, por: cdb

O governo alemão refutou as críticas sobre o volume da sua ajuda financeira para a reconstrução do Iraque. Segundo o ministro alemão das Relações Exteriores, Joschka Fischer, a prometida ajuda de 200 milhões de euros não é irrisória como afirmam alguns críticos, principalmente quando se leva em conta a atual situação das finanças públicas da Alemanha. Fischer aludiu assim a declarações feitas pelo secretário de Estado norte-americano Colin Powell ao jornal francês Le Figaro.

Em Madri prossegue nesta sexta-feora a conferência internacional dos doadores para a reconstrução do Iraque, devendo ser fixado o valor das ajudas dos países participantes. O representante da Alemanha, Erich Stather, ressaltou na conferência que o governo alemão não apóia um eventual perdão da dívida externa do Iraque. Embora aquele país tenha dívidas num montante de mais de 100 bilhões de dólares, ele dispõe de grande reserva de petróleo, da qual deverá lograr renda considerável a médio prazo.