Alemães vão às ruas para exigir o fechamento de usinas nucleares no país

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 26 de março de 2011 as 12:00, por: cdb

Da Agência Lusa

Brasília – A Alemanha amanheceu hoje (26) com manifestações na capital, Berlim, e também em duas grandes cidades – Hamburgo e Colônia. Os manifestantes foram às ruas para exigir das autoridades o fechamento de todas as usinas nucleares do país. As reações foram motivadas pelos acidentes nucleares na Usina de Fukushima Daiicha, no Japão.Os protestos são liderados por partidos da oposição, sindicatos e organizações religiosas.

Os manifestantes e a oposição parlamentar consideram insuficiente a moratória decidida pelo governo da chanceler Angela Merkel, que poucos dias depois do terremoto no Japão, ordenou a suspensão de sete dos 17 reatores em funcionamento na Alemanha.

Os líderes do partido Os Verdes no Parlamento, Renate Kunast e Jurgen Trittin, e pelo chefe da oposição parlamentar social-democrata, Frank-Walter Steinmeier, comandam a marcha em Berlim. Paralelamente, cerca de 20 mil manifestantes protestam em Colônia e Hamburgo.

Também estão sendo planejadas manifestações em Munique e em outra cidades. É terceira vez em uma semana que há protestos contra o funcionamento de usinas nucleares no país. As reações ocorreram depois das explosões e vazamentos nucleares no Japão ocorridos após o terremoto seguido de tsunami no país.
 

Internacionalalemanhaenergia nuclearmanifestações