Aids pode provocar `catástrofe´ na China, Índia e Camboja

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de julho de 2003 as 03:57, por: cdb

A Aids pode provocar uma verdadeira “catástrofe” nos dois países mais populosos do mundo, Índia e China, onde se concentra mais de 30% da população do planeta, advertiu nesta quinta-feira a doutora Julie Gerbeding, diretora do Centro de Controle e Prevenção de Enfermidades dos Estados Unidos.

Gerbeding, que visita atualmente a Ásia, também citou o Camboja como um dos países da região em que a Aids avança de forma alarmante.

A especialista felicitou a Tailândia por sua luta para controlar a epidemia, mas destacou que “em certos países, como Camboja, China e Índia, ainda são necessárias várias medidas de saúde pública”.

– A epidemia ainda avança muito rápido em certos países. Isto se parece muito com o que ocorreu na África há dez anos. Se não forem tomadas providências, isto vai se tornar uma catástrofe, com um crescimento enorme do número de casos – advertiu a doutora Gerbeding na Câmara de Comércio americana em Cingapura.