AIDS no Brasil ainda é causa de preocupação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2012 as 13:38, por: cdb

Apesar de o número de infectados no Brasil ter parado de crescer, ainda morrem 11 mil pessoas por ano decorrentes da epidemia de HIV no país. E alguns segmentos da população preocupam, como no caso das mulheres. Em 1989, a cada 6 casos de AIDS no sexo masculino havia 1 no sexo feminino. Em 2010, a proporção  era de 1,7 caso em homens para cada 1 em mulheres. Outro segmento que chama a atenção é o de jovens homossexuais, entre 15 e 24 anos: nos últimos 12 anos, houve aumento de 10,1% de casos.

Este blog entrevistou Teresinha Pinto, biomédica, educadora, ex-consultora da UNESCO e ex-presidente da Associação de Prevenção e Tratamento da Aids (APTA). Ela alerta para os perigos da percepção de que a epidemia esteja sobre controle. Ela está contribuindo para o aumento de casos nestes segmentos. A falta de educação sexual e combate à homofobia também são apresentados como fatores prejudiciais à luta contra a AIDS.

Em que estágio se encontra a epidemia da AIDS no Brasil hoje?