Agripino: ‘Covas foi um homem de coragem cívica e pessoal’ 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 29 de março de 2011 as 14:11, por: cdb

Um homem de coragem cívica e pessoal. Com essas palavras, o senador José Agripino (DEM-RN) definiu o ex-senador e ex-governador de São Paulo Mário Covas, morto há dez anos. Durante homenagem em plenário, nesta terça-feira (29), Agripino lembrou as realizações de Covas, especialmente no governo do estado de São Paulo.

– Ele foi o governador que recuperou as finanças de São Paulo, em processo pré-falimentar. Foi um calvário de meses e anos até a recuperação, pelo equilíbrio fiscal que impôs, com sacrifício político – disse o senador.

Agripino classificou Mário Covas como um homem modesto, mas de gestos fortes e relembrou o episódio em que Covas, governador de São Paulo, se dirigiu a uma “multidão enfurecida de manifestantes” para conversar. As habilidades políticas de Covas também foram lembradas no discurso.

– Ele era importante por ser um homem de atitudes. Um homem firme, homem de convicções, preparado, um bom executivo e um bom político. Covas foi um bom arregimentador, tanto é que criou um partido político que honra, hoje, a política do Brasil, que é o PSDB. Talvez tenha sido ele a mola mestra da fundação desse partido – lembrou.

Segundo José Agripino, embora vários nomes tenham passado pelo Senado e pelo governo de São Paulo, poucos merecem homenagem como a feita a Covas, “figura singular, modelo de homem público, competência, seriedade e probidade de caráter”.

Da Redação / Agência Senado