Agnelo demite servidores com cargos comissionados e decreta emergência na saúde do DF

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 1 de janeiro de 2011 as 17:05, por: cdb

>
01/01/2011Agnelo demite servidores com cargos comissionados e decreta emergência na saúde do DF

Da Agência Brasil

Brasília – Após tomar posse, o novo governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, assinou cinco decretos, entre eles o que exonera quase todos os 18 mil funcionários contratados em cargos comissionados. Também declarou situação de emergência na saúde pública do DF e assinou medida administrativa que suspende, por cinco dias úteis, todos os procedimentos licitatórios em andamento.

De acordo com nota divulgada pelo Governo do Distrito Federal (GDF), ficam fora da lista das exonerações os cargos da Coordenadoria do Diário Oficial do DF, da Procuradoria-Geral, os resultantes de mandatos e funcionários em licença maternidade ou afastados por motivo de saúde. Atualmente, mais de 18 mil servidores do GDF exercem atividades em cargos comissionados.

Agnelo recebeu, no início da tarde de hoje (1º), a faixa de governador do então ocupante do cargo, Rogério Rosso. Na entrada do Palácio do Buriti, sede do Executivo local, entre 500 e 800 pessoas, segundo estimativas da Polícia Civil, enfrentaram a chuva para festejar o novo governo e cobrar atitudes do empossado, como a convocação de professores efetivados e a nomeação de técnicos de trânsito no Distrito Federal.

Edição: Vinicius Doria

Leia também:

Agnelo recebe faixa de governador do DF e já é cobrado por brasilienses no Palácio do Buriti Agnelo Queiroz toma posse e assume compromisso contra a corrupção no DF Maioria dos governadores já tomou posse