Agentes de segurança obrigam mulher a beber o próprio leite

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de agosto de 2002 as 07:25, por: cdb

A nova-iorquina Elizabeth McGarry, 40, está pensando em entrar com um processo na Justiça depois que os agentes de segurança do aeroporto internacional de JFK, em Nova York, a obrigaram a tomar um pouco de seu próprio leite, segundo a edição de hoje do jornal “New York Post”. McGarry disse que os guardas de segurança questionaram o conteúdo das garrafas que ela levava em sua bagagem. Depois que McGarry explicou que se tratava de leite materno, os guardas insistiram que ela bebesse um pouco para demonstrar que o líquido não era perigoso.

“Foi muito incômodo, desconcertante e desagradável”, afirmou McGarry ao jornal.
“Sou a favor das revistas, mas acho que o número de mulheres caucasianas em período de lactância que passaram pelos campos de treinamento da Al Qaeda não é considerável”,ironizou. A Administração de Segurança no Transporte, que controla as revistas nos aeroportos, negou-se a fazer comentários sobre o caso.