Advogado de Romário alega legítima defesa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de outubro de 2003 as 18:07, por: cdb

O atacante Romário depôs na noite desta terça-feira na 9ª DP, no Catete (bairro da Zona Sul do Rio), dando sua versão do que aconteceu no último dia 20, quando agrediu o torcedor Ricardo Gomes, que hostilizava os jogadores durante treinamento nas Laranjeiras. Em seu depoimento, que estava marcado inicialmente para a tarde desta quarta, o Baixinho alegou legítima defesa.

Segundo o advogado Michel Assef Filho, o jogador teve uma atitude de reação. “O Romário vinha sendo ofendido ostensivamente e depois foi chutado pelo torcedor. Nenhum ser humano suportaria e ele apenas reagiu às agressões que recebeu”, informou, garantindo que, apesar das imagens veiculadas não mostrarem, há testemunhas que comprovam o chute no atacante.

Também defendido pelo advogado, o fisioterapeuta Fernando Lima, o Zé Colméia, deu a mesma versão em seu depoimento. Michel Assef Filho revelou que o próximo passo será a intimação das testemunhas por parte do delegado, que, após analisar o caso, enviará um relatório ao Judiciário.