Acusados de arrastra menino de seis anos podem pegar até 40 anos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de fevereiro de 2007 as 18:57, por: cdb

O delegado assistente da 30ª DP (Marechal Hermes), Alexandre Capote, responsável pela investigação da morte do menino João Hélio no último dia 7, informou que os suspeitos serão acusados de latrocínio (roubo seguido de homicídio) e formação de quadrilha. Os quatro maiores de idade também responderam por corrupção de menor. Ao todo, a pena pode chegar a até 40 anos. Capote informou ainda que quem vai decidir o agravante é o juiz que julgar o caso.

Capote informou ainda que Diego Nascimento e Carlos Eduardo Lima teriam participação em outros roubos, com a participação do menor, irmão de Carlos Eduardo. Polícia agora quer saber quem é o receptador dos carros roubados pela quadrilha.

A acareação realizada nesta terça-feira começou por volta de 14h com somente os quatro suspeitos da morte do menino que são maiores de idade. Participam da acareação o delegado titular 30ª DP, Hércules do Nascimento Pires, o assistente Alexandre Capote, o adjunto Adilson Palácio e o promotor da 1ª Vara Criminal de Madureira Rodrigo Benitez. Todos foram recebidos com gritos de assassinos por quem estava do lado de fora da delegacia.