Acusado de envolvimento na morte de prefeita é julgado em Campo Grande

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 10 de junho de 2003 as 15:18, por: cdb

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, foi nesta terça-feira ao Fórum desta capital, onde está sendo realizado o julgamento de um dos acusados de envolvimento na morte da prefeita de Mundo Novo, Dorcelina Folador, em outubro de 1999. Jusmar Martins da Silva, acusado de ser o mandante do crime, está sendo julgado desde as 8h.

O julgamento tinha sido marcado para 12 de maio, mas foi adiado depois que o advogado de Jusmar, João Ribeiro, renunciou à defesa e o outro defensor, Leopoldo Azuma, se declarou inabilitado. Depois de passar pelo fórum, o ministro seguiu para a cidade de Dourados, onde vai firmar protocolo de intenções com o Consórcio Intermunicipal, para construção de uma central de abastecimento da agricultura familiar.

Ex-secretário municipal na gestão de Dorcelina, Jusmar Martins é o último envolvido na morte da prefeita a ser julgado. No primeiro julgamento, realizado em 24 de fevereiro, Theófilo Stocker, Valdenir Machado e Esmael Meurer Silveira foram condenados a 13 anos de prisão. No segundo, em 18 de março, Roldão Teixeira de Carvalho recebeu a pena de 10 anos e quatro meses de reclusão e, no terceiro, o autor dos disparos, Getúlio Machado, foi condenado a 18 anos de prisão.