AAA 31 de Agosto de 2011 – 18h50 Cabral admite que bondes estão sucateados e nomeia interventor

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de setembro de 2011 as 11:37, por: cdb

O governador Sérgio Cabral admitiu, no dia 31, que os bondes de Santa Teresa estão sucateados. Ele nomeou o presidente do Departamento Estadual de Transportes Rodoviários (Detro), Rogério Onofre, como interventor. Mas os moradores do bairro pedem a exoneração do secretário de Transportes, Júlio Lopes, a quem culpam pelo acidente.
Segundo Cabral, “a verdade é que a frota dos bondinhos é sucateada, uns foram reformados e outros não. A verdade também é que não há controle de passageiros. O problema ali me parece de gerência desse tipo de controle”. O interventor explicou que será feito um raio-X da situação, incluindo uma análise das manutenções realizadas, dos processos judiciais e dos investimentos.

O governo do estado também disse que vem investindo na recuperação e modernização dos bondes. Porém, a Associação de Moradores e Amigos de Santa Teresa (Amast) afirma que “a modernização cara e criminosa que o governo anuncia ter feito nos bondes, com R$ 14 milhões, foi uma tentativa de transformação dos bondes em Veículos Leves Sobre Trilhos (VLTs) que já causou pelo menos quatro acidentes com vários feridos e uma morte”.

Há dois anos, morreu a professora Andrea de Jesus Resende. No acidente de 16 de agosto de 2009, que também deixou nove feridos, o bonde desceu em ré sem freio depois de uma colisão com um táxi.

O interventor não deu um prazo para a volta da circulação do transporte. No dia 27, o bonde número 10, que tombou em Santa Teresa, matou 5 e feriu 57, alguns ainda hospitalizados e com risco de morte.