A terra tremeu, um vulcão acordou e dois impérios se abalaram

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 31 de dezembro de 2010 as 11:45, por: cdb

Neste ano, o mundo começou agitado pelo forte tremor de terra no Haiti. Lá estava Zilda Arns, que lá perdeu a vida. E o país, já tão castigado por guerras e epidemias, se viu afundado em ruínas. A mesma terra prendeu 33 mineiros chilenos, mas meses depois os devolveu à superfície. Na Islândia, as cinzas de um vulcão de nome impronunciável causaram transtornos a toda a Europa.

Além da força da natureza, 2010 foi marcado pela ação de um homem. A expressão “segredo de Estado” foi desmoralizada pelo australiano Julian Assange que, através de seu site WikiLeaks, vazou documentos trocados em correspondências confidenciais entre diplomatas do governo norte-americano. Preso em Londres, acusado de crimes sexuais na Suécia, fez a Casa Branca esquecer Bin Laden e colocá-lo como seu inimigo número 1. Ao mesmo tempo, atraiu a simpatia do mundo e foi eleito pelos leitores da revista britânica Times como “personalidade do ano”. Solto, promete muito mais.

A revelação dos bastidores da diplomacia, tanto política como religiosa, foi o grande mote.

Em Abril, um jornal alemão divulgou atas secretas do Vaticano sobre um padre pedófilo, dando início a mais um ano de turbulência para a Igreja Católica. Polêmicas, como o veto à camisinha e a intromissão na discussão brasileira sobre o aborto, garantiram holofotes a Bento XVI.
Guerras, em todas as suas formas, ainda ameaçam a humanidade. Vão da Ásia à América Central, da África à Terra Santa. Mas, na América Latina, a Argentina demonstrou grande empenho em fechar as feridas de sua ditadura.

E é por democracia que diz lutar o dissidente chinês Liu Xiabo, que ganhou o Nobel da Paz, mas, por estar preso, não pôde receber o prêmio em mãos e uma cadeira vazia acabou sendo a premiada.

Confira abaixo os fatos mais importantes do ano, divididos por datas:

28 de Dezembro
O governo do atual presidente da Costa do Marfim, Laurent Gbagbo, rejeitou um pedido de três presidentes africanos para renunciar ao poder. Potências regionais e mundiais querem que Gbagbo entregue o poder ao oposicionista Alassane Quattara após as eleições do mês passado terem provocado uma disputa que matou mais de 170 pessoas e ameaça colocar o país de volta numa guerra civil.

23 de Dezembro
A Justiça Federal da Argentina condenou o ex-ditador argentino Jorge Rafael Videla à prisão perpétua por ter cometido crimes de lesa humanidade durante a última ditadura militar (1976-1981). O julgamento durou seis meses e foi realizado na província de Córdoba.

23 de Dezembro
O ministro norte-coreano das Forças Armadas, Kim Yong-chun, disse que o país está preparado para travar uma “guerra santa” contra o Sul, usando sua força nuclear. A declaração foi dada após os sul-coreanos realizarem um grande exercício militar, com munição real, na costa oeste da península coreana, o que Yong-chun considerou ser uma tentativa sul-coreana de iniciar um conflito.

22 de Dezembro

As declarações do papa admitindo o uso de preservativos para conter a difusão da Aids não significaram uma mudança no veto da Igreja Católica à camisinha como método de contracepção.

19 de Dezembro
Na cidade de Kunduz, no norte do Afeganistão, pelo menos quatro militantes invadiram um centro de recrutamento do Exército. Pelo menos 18 pessoas morreram.

07 de Dezembro
O fundador do siteWikiLeaks, Julian Assange, foi detido pela polícia britânica, com base em um mandado internacional de prisão emitido pela Suécia. Promotores suecos emitiram um mandado de prisão para o australiano de 39 anos, que é procurado na Suécia sob suspeita de cometer crimes sexuais, acusação que ele nega.

06 de Dezembro
O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, obteve uma nova vitória eleitoral, ao emplacar candidatos seus em 8 dos 13 cargos em disputa numa eleição suplementar. Mas a oposição conseguiu conservar a prefeitura de Maracaibo, uma das maiores cidades do país, além de grande centro petrolífero.

01 de Dezembro
As eleições no Haiti foram “bastante boas” e não devem ser afetadas pelo pedido de anulação feito por vários candidatos a presidente, disse o principal representante da ONU.

17 de Novembro
O governo israelense aprovou um plano para retirar suas tropas de parte de uma aldeia na fronteira libanesa, que tem sido motivo de atritos com o grupo guerrilheiro libanês Hezbollah e com a vizinha Síria.

15 de Novembro
O surto de cólera avança no Haiti. 917 pessoas morreram e cerca de 15 mil foram contaminadas. Em seis das dez províncias do país, a doença foi registrada. Equipes médicas tentam evitar que o cólera se espalhe pelos campos na capital, Porto Príncipe, que servem de lar para mais de 1 milhão de desabrigados pelo terremoto de janeiro.

03 de Novembro
O Partido Democrata, do presidente Barack Obama, perdeu a maioria na Câmara dos Representantes, mas manteve o controle do Senado nas eleições legislativas dos Estados Unidos.

13 de Outubro
Florêncio Avalos, de 31 anos, chegou à superfície do Acampamento de Esperanza à 0h11min, horário de Brasília. Ele foi o primeiro dos 33 mineiros a ser resgatado depois de 69 dias presos a cerca de 700 metros de profundidade da Mina San José, no deserto do Atacama, na Região Norte do Chile. Ao chegar à superfície, Ávalos foi recebido pelo presidente do Chile. Depois, deu um longo abraço na mulher e no filho. Em seguida, foi conduzido em uma maca para o hospital de campanha montado no Acampamento Esperanza. Alguns homens da equipe de resgate se emocionaram com a chegada do mineiro.

08 de Outubro
O dissidente chinês pró-democracia, Liu Xiaobo, que está preso, ganhou o Prêmio Nobel da Paz por suas décadas de luta não violenta em prol dos direitos humanos. A China temia a concessão do prêmio a Liu e, por isso, vinha criticando duramente os responsáveis pela premiação. Como Xiaobo não pôde recebê-lo em mãos, o prêmio foi colocado sobre uma cadeira vazia.

04 de Setembro
Um grupo de manifestantes na capital irlandesa, Dublin, jogou ovos e até sapatos contra o ex-premier britânico Tony Blair, que esteve em uma livraria da cidade para lançar seu livro de memórias. O protesto começou quando Blair chegou à livraria Easons, na rua O’Connell, onde o trânsito foi fechado e um forte esquema de segurança foi montado. Nenhum dos objetos jogados atingiu o ex-premier.

22 de Agosto
O primeiro-ministro do Paquistão, Yousuf Raza Gilani, convocou um encontro de emergência entre representantes do governo e de agências humanitárias para coordenar os esforços de combate a doenças, tais como cólera, causadas pelas cheias que atingem o país há semanas.

22 de Agosto
O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, afirmou que a obtenção de um acordo de paz com os palestinos é “difícil, mas possível” e que ele pretende “surpreender os céticos”.

09 de Agosto
A atriz Naomi Campbell e sua ex-agente, Carole White, foram chamadas para testemunhar sobre os diamantes brutos que o ex-presidente da Libéria teria dado à modelo em setembro de 1997, após um jantar beneficente do qual as três participaram, na casa do então presidente sul-africano Nelson Mandela. O tribunal tenta provar que Taylor teria apoiado rebeldes envolvidos na guerra civil em Serra Leoa em troca de pedras preciosas do país.

24 de Julho
Os ministros de Relações Exteriores do Brasil, Irã e Turquia se reuniram em Istambul para discutir um acordo de troca nuclear que foi aprovado pelos três países em maio.

19 de Julho
Um grupo armado matou 17 pessoas que participavam de uma festa na cidade de Torreón, ao norte do México, em um dos ataques mais letais vinculados à violência do narcotráfico, poucos dias depois da explosão de um carro-bomba. O comando, cujos integrantes chegaram em cinco caminhonetes, invadiu depois da meia-noite uma festa de aniversário que era comemorada em uma chácara nos arredores da cidade, e abriu fogo contra os presentes.

15 de Julho
O Vaticano anunciou uma profunda revisão das suas leis contra abusos sexuais de menores pelo clero, em mais uma tentativa de superar os escândalos que abalam a Igreja Católica no mundo todo. Surpreendentemente, qualificou a “tentativa de ordenação de mulheres” como um dos mais graves crimes contra a lei da Igreja. As mudanças, as primeiras em nove anos, afetam procedimentos da Igreja para expulsar padres pedófilos, e tornam norma global alguns procedimentos legais até agora só tolerados em circunstâncias excepcionais.

25 de Junho
Aviões da Força Aérea de Israel bombardearam a Faixa de Gaza, matando ao menos dois palestinos, na primeira ação do tipo desde que militares israelenses atacaram uma frota de barcos que tentava levar ajuda humanitária para o território palestino. Segundo as Forças de Defesa de Israel (IDF), o bombardeio foi uma resposta ao lançamento de foguetes de Gaza que atingiram o deserto do Negev e os alvos eram dois túneis subterrâneos e depósitos de armas. De acordo com médicos palestinos, os dois mortos estavam nos túneis.


01 de Junho

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) condenou os atos que causaram as mortes de civis durante uma operação israelense contra um comboio de ajuda humanitária que ia em direção a Gaza e pediu uma investigação imparcial do episódio. Em declaração cuidadosamente elaborada e adotada após mais de 10 horas de negociações a portas fechadas, o Conselho também pediu a libertação imediata de navios e civis detidos por Israel.

22 de Abril
A erupção vulcânica na Islândia continua causando fortes tremores, mas libera bem menos cinzas e fumaça na atmosfera. As enormes nuvens de cinzas cuspidas pelo vulcão, sob a geleira Eyjafjallajokull, praticamente paralisaram o tráfego aéreo europeu durante vários dias. Agora, o volume de cinzas que sai do vulcão é bem menor, e a nuvem, que chegou a ter 9 quilômetros de altura, está mais baixa.

06 de Abril
Atas secretas do Vaticano foram divulgadas pelo site do jornal alemão Die Zeit . As atas documentam a protelação de medidas eclesiásticas contra um padre acusado de cometer abuso sexual contra 200 crianças no condado de Milwaukee, Wisconsin (EUA), entre os anos de 1950 e 1970.

13 de Janeiro
A coordenadora nacional da Pastoral da Criança, Dona Zilda Arns Neumman, é uma das vítimas brasileiras do terremoto que atingiu Porto Príncipe, capital do Haiti.