A partir de 2005 Brasil terá capacidade de investimento público, diz Palocci

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 15 de outubro de 2003 as 19:21, por: cdb

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse nesta quarta-feira aos senadores, líderes e vice-líderes dos partidos da base do governo que a partir de 2005 o Brasil terá superávit nominal e, portanto, capacidade de investimento público.

Numa análise otimista do desempenho da economia brasileira, o ministro mostrou que os indicadores econômicos do país melhoraram, como o risco-país, que está abaixo de 600 pontos, e que a receita está aumentando pelo crescimento econômico, e não pelo aumento da carga tributária.

Segundo o ministro, o Brasil está conseguindo reduzir a relação dívida-PIB e desdolarizar a a dívida, lembrando que recentemente o Banco Central conseguiu abater US$ 9 bilhões de seu pasivo cambial.

Depois da avaliação do ministro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se mostrou animado com a perspectiva de crescimento econômico do país e conclamou os senadores a aprovarem as duas reformas que, segundo ele, também ajudam o país a retomar o crescimento.

Segundo o líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), que transmitiu a opinião de Palocci, o déficit nominal do país hoje é mais do que o dobro do superávit primário.