A origem de 60% dos casos de Sars são desconhecidas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de maio de 2003 as 04:22, por: cdb

Liang Wannian, subchefe da Administração de Saúde de Pequim, disse nesta sexta-feira que não é conhecida a origem de até 60% dos novos casos confirmados da síndrome respiratória aguda e grave (Sars, sigla em inglês) recebidos por hospitais na capital chinesa.

– De acordo com análises preliminares de estatísticas de Pequim, cerca de 40% a 50% dos novos pacientes admitidos todos os dias estão sob nosso controle – afirmou Wannian em entrevista coletiva.

– Isto que dizer que eles ficaram doentes sob observação médica ou em quarentena depois de estar em contato com pacientes. Mas não sabemos de onde os casos restantes se originaram – constatou.