7 mil imóveis entregues aos bancos em 2011

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 24 de março de 2012 as 07:17, por: cdb

Associação de Mediação Imobiliária estima que só em dezembro foram entregues 1.100 imóveis por incumprimento. Proposta do Bloco sobre moratória do pagamento das prestações ou extinção da dívida em caso de devolução está em comissão no Parlamento.Artigo |24 Março, 2012 – 14:07As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto concentram 45,2% do número total de imóveis entregues no ano passado. Foto de Paulete Matos

Quase sete mil imóveis foram entregues aos bancos por famílias e por promotores imobiliários em 2011, devido à impossibilidade de continuar a pagar as prestações ou às dificuldades no crédito à construção, segundo estimativas da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP).

Só no mês de dezembro foram entregues 1.100 imóveis, o que representa “o pior resultado do ano transato e substantiva-se como o corolário de um segundo semestre extremamente difícil, em que o agravamento homólogo deste fenómeno se situou em torno dos 17,9%”.

As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto concentram 45,2% do número total de imóveis entregues no ano passado.

Por outro lado, houve uma queda de 7,2% do número de transações no setor imobiliário, face a 2010.

Proposta do Bloco de Esquerda em comissão

Recorde-se que o Bloco de Esquerda apresentou no último dia 16 de março um projeto de lei acerca da moratória no pagamento das dívidas aos bancos pelas famílias atingidas pelo desemprego, e ainda da anulação completa da dívida quando há devolução da casa.

Essa proposta ficou em comissão, mantendo-se o debate durante o próximo mês.

Artigos relacionados: Projeto de lei prevê saídas para famílias em dificuldades Bloco quer fim da “condenação perpétua” de famílias endividadas