425 famílias vão receber escrituras no Uberaba

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de março de 2012 as 06:50, por: cdb

A Cohab vai entregar no final deste mês escrituras de propriedade para 425 famílias moradoras das vilas Yasmin e União Ferroviária, que fazem parte do complexo de áreas conhecido como bolsão Audi/União, no Uberaba. A entrega dos documentos é uma das ações do projeto de urbanização que a Cohab está executando desde 2005 na área.

O bolsão é uma concentração de vilas com cerca de 2 milhões de metros quadrados, delimitado, de um lado, pelo rio Iguaçu e pela via férrea, e, do outro, pela BR 277 e pela Avenida das Torres. Com 3,1 mil famílias, a área é o maior bolsão de pobreza da cidade, onde o governo do estado está instalando a primeira Unidade do programa Paraná Seguro (UPS).

“Desde que a Cohab entrou na área, o complexo de ocupações irregulares vem passando por uma grande transformação. Inicialmente, foram retiradas mais de 800 famílias da margem do rio Iguaçu e transferidas para novos conjuntos habitacionais. Em seguida foram realizadas obras de infraestrutura com implantação de redes de água, esgoto, energia elétrica e organização do sistema viário”, explica o presidente da Cohab, Ibson Campos.

Contenção de cheias – Depois do reassentamento dos moradores, foi iniciada outra parte da intervenção no bolsão, para melhorar a infraestrutura da área e resolver um de seus mais críticos problemas: os alagamentos freqüentes. Uma das providências foi a criação de um sistema de contenção de cheias, que inclui dois diques e um canal que acompanha o rio Iguaçu.

Os diques têm 12 metros de largura, 1,5 metro de altura e 2,5 quilômetros de extensão (de uma ponta a outra do bolsão). O canal, entre o rio e os diques, tem a função de melhorar o escoamento da água das chuvas.

Na área de preservação permanente em que viviam as 800 famílias reassentadas está sendo implantado pela Secretaria do Meio Ambiente o Parque da Imigração Japonesa, com uma área de 500 mil metros quadrados.

Novas casas – Nas proximidades das ocupações está sendo implantado um grande conjunto habitacional para abrigar as famílias que são retiradas de condições precárias no bolsão.

É o Moradias União Ferroviária, com um total de 473 casas, das quais 249 já foram entregues. As famílias beneficiadas são das Vilas Icaraí, Audi, Jardim União, União Ferroviária e Alvorada. Outras 45 novas unidades serão construídas dentro da Vila União Ferroviária.

Nos locais sem restrições para uso habitacional, a Cohab está realizando a regularização fundiária, que abrange áreas que foram ocupadas de forma irregular, onde as famílias não têm títulos dos lotes e não existe planta aprovada de loteamento.

O serviço social da Cohab identifica as famílias, cadastra os moradores e numera as casas. Após aprovada e registrada a planta junto ao município, as famílias assinam contrato para posteriormente receberem as escrituras de propriedade registradas em cartório.